Ambientes e Pedagogias Emergentes em Educação

This WordPress.com site is the cat’s pajamas

O meu PLE

PLE 2

http://www.mindmeister.com/239352070

O Personal Learning Environment esboçado na imagem representa o meu atual espaço de aprendizagem, muito focado no Doutoramento que estou a frequentar, organizado de acordo com o modelo de funções proposto por Paz (2012) e contemplando as ferramentas que utilizo regularmente nas diferentes atividades de aprendizagem. Considero que este PLE é uma fotografia que retrata o modo como atualmente organizo e consigo visualizar esse espaço de aprendizagem, que o tempo ou as minhas necessidades de aprendizagem rapidamente irão tornar obsoleta.

Nas atividades de pesquisa utilizo habitualmente o Google como motor de busca. Contudo, quando a pesquisa pretende incidir sobre artigos de investigação recorro sobretudo à b-on ou ao Google Scholar de modo a filtrar os artigos com relevância académica. À medida que vou encontrado referências importantes através da pesquisa utilizo o Diigo ou o Pearltrees para marcar e agrupar os diferentes recursos encontrados. Por vezes recorro à Wikipédia para questões pontuais embora tenha algumas reservas quanto à validade das fontes.

A criação de documentos em texto é feita habitualmente no Word sendo eventualmente convertidos em formato pdf. As apresentações normalmente são elaboradas em Powerpoint, podendo mais tarde ser publicadas no Slideshare quando se destinam a partilha online. Para a edição (muito elementar) de imagens e de vídeo recorro habitualmente  ao Paint e ao Moviemaker.

Quando pretendo publicar online prefiro utilizar os Blogues para a publicação de textos ou reflexões. Para a publicação de apresentações recorro ao Slideshare se a apresentação foi elaborada em Powerpoint ou ao Prezi se tiver que fazer a apresentação de novo e se esta se enquadrar na dinâmica de “zoom” da aplicação. O Twitter é para mim uma ferramenta que facilmente se enquadra na publicação, partilha e comunicação, embora neste caso tivesse optado por a enquadrar  na função de publicação por considerar, neste momento, que é essa a função que prevalece sobre as restantes. Do mesmo modo assinalei o Scoop.it! como sendo uma ferramenta de publicação quando poderia ser facilmente enquadrada na função organização.

A partilha de documentos, apresentações ou outros recursos, sobretudo quando os mesmos têm um tamanho que desaconselha o envio por email, é feita normalmente na Dropbox ou na Google Drive através do convite aos utilizadores ou através da partilha do link.

As ferramentas de comunicação mais frequentemente utilizadas são o chat do Facebook, o Messenger e o Gtalk dado a facilidade de utilização por estarem incorporadas nas redes sociais e na caixa de correio do Hotmail e do Gmail e, menos frequentemente, o Skype dado que é uma ferramenta dedicada pelo que a sua utilização é mais intencional. Os trabalhos colaborativos, nomeadamente os trabalhos em grupo, decorrem normalmente através da wiki do PBWorks ou através do Google Docs (agora Drive).

A organização dos recursos é fundamental para evitar a dispersão e a perda de informação relevante dada a imensidão da rede, pelo que, utilizo o Google Reader para a subscrição e leitura dos feeds que me permite conhecer as atualizações dos diversos blogues sem ter que estar constantemente a aceder aos mesmos. Ainda no domínio dos agregadores poderia referir o Scoop.it! embora tenha colocado essa ferramenta na publicação. As ferramentas de Social Bookmarking como o Diigo ou o Pearltrees permitem agregar e organizar as referências durante as pesquisas. Contudo, considero que a principal ferramenta de organização da aprendizagem continua ainda a ser a plataforma Moodle do curso, que congrega muitas das funções assinaladas no meu PLE, embora num formato já pouco apelativo e motivador face às ferramentas sociais já identificadas.

A gestão dos meus projetos académicos conta com o Google Calendar para calendarizar as atividades do Doutoramento e controlar os prazos de entrega de cada atividade. O Quick Note é outra ferramenta de grande utilidade para registar pequenas notas e lembretes que vão surgindo com o desenrolar das atividades. Utilizo o Google Tasks, embora com menor frequência, para a gestão da realização de trabalhos.

Naturalmente que existem diversas ferramentas que são utilizadas e partilhadas em diferentes funções do PLE de acordo com as minhas preferências pessoais. O facto de colocar uma determinada ferramenta numa das categorias definidas prende-se com a exploração que faço da ferramenta e que muitas vezes não esgota as suas capacidades e potencialidades. Por exemplo, utilizo o Facebook sobretudo como ferramenta de comunicação e não tanto como ferramenta de partilha ou publicação, embora ocasionalmente também partilhe conteúdos, sobretudo porque está ligado ao meu Twitter.

Dada a proliferação de aplicações e ferramentas que vão surgindo quase diariamente e todas aquelas que os colegas nos vão dando a conhecer no desenrolar do curso, arrisco a dizer que no momento em que tiverem acesso ao meu PLE este já estará eventualmente desatualizado 🙂 .

Bibliografia:

Paz, J. (2012). First Time Building of a Personal Learning in an ICT Post Graduation Course: Main Functions and Tools. In Proceedings of the PLE Conference. Disponível em http://revistas.ua.pt/index.php/ple/article/viewFile/1442/1328 Acedido a 12 de Dezembro de 2012.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s