Ambientes e Pedagogias Emergentes em Educação

This WordPress.com site is the cat’s pajamas

Conferência MyMPeL

Página dedicada à Conferência MyMPeL 2012

A CONFERÊNCIA

A conferência MyMPel 2012, que se realizou no dia 9 de Novembro, corresponde à 3ª Conferência do Mestrado em Pedagogia do eLearning da Universidade Aberta. Esta conferência é uma iniciativa da coordenação do MPEL, em parceria com os estudantes das várias edição do curso que participam activamente na sua preparação, realização e dinamização.

Esta edição da conferência, à semelhança das edições anteriores, pretende constituir-se como um espaço de aprendizagem e partilha de conhecimentos entre docentes, alunos, investigadores e profissionais de diversas áreas de especialidade ligadas ao elearning.

Num mestrado totalmente online, esta conferência acaba por ser também um espaço de encontro entre todos aqueles que, durante muito tempo, só tiveram oportunidade de interagir virtualmente. Para além do referido, este ano a conferência pretende ainda proporcionar o acolhimento dos novos estudantes do mestrado (6.ª edição).

O PROGRAMA

O programa desta edição manteve a matriz habitual, com um primeiro painel da responsabilidade da coordenação do mestrado, seguido de um painel de apresentações da responsabilidade do corpo docente do mestrado, em que foram abordadas temáticas relacionadas com o currículo do MPEL e que encerraram o período da manhã.

A parte da tarde teve início com os Micro-Workshops, da responsabilidades de empresas e do Laboratório de Educação a Distância e eLearning- LE@D, desta vez dedicados à Escrita Criativa Online, Empreendedorismo, eLearning e Inovação e Marketing Digital, para além do Workshop sobre a b-On. De seguida, após o sucesso da 2ª edição, foi apresentado o Painel Pecha-Kucha dinamizado pelos alunos do mestrado. Por último o Painel de Mestres com a apresentação de dissertações do curso e de outras universidades.

Na minha opinião o programa desta edição procurou focar, por um lado, a tendência actual dos processos de ensino-aprendizagem no domínio do elearning e da educação a distância e, por outro lado, as perspectivas que são assinaladas para um futuro próximo no que diz respeito a modelos pedagógicos e modelos de ensino emergentes.

AMBIENTES VIRTUAIS

Rede social: http://mympel2012.crowdvine.com

A Rede Social do myMPeL2012 continua a decorrer sobre a mesma plataforma das edições anteriores, o que permite a quem não acompanhou essas edições aceder aos espaços criados para esses eventos. A organização convidou todos os participantes a registarem-se na “rede social” e  “(…) a lançarem ideias, opiniões ou sugestões sobre os temas do programa ou sobre o universo do elearning”.

O Crowdvine é, sem dúvida, o espaço social da conferência, sobretudo, no período antes e depois da realização da mesma, em que os participantes fazem a sua apresentação, colocam e respondem a comentários, assinalam o seu circulo de amizades e declaram a sua intenção de conhecer outros participantes, numa interacção intensa que prepara o encontro presencial.

Página do Facebook do Mestrado: http://facebook/MPeL_UAb

A página do Facebook do Mestrado em Pedagogia do eLearning da Universidade Aberta serve como espaço social de divulgação do evento em diferentes formatos.

A página serve igualmente como fórum de discussão sobre os temas abordados na conferência e acomoda comentários sobre o evento.

Contrariamente ao Crowdvine que se constitui como uma rede social da conferência, a página do facebook, por ser um espaço social do mestrado, tem um espectro mais abrangente e não exclusivamente direccionado para o evento

1

Slideshare: http://www.slideshare.net/MPeL

Através do Slideshare é possível ter acesso ao programa e ao cartaz da conferência, bem como, às apresentações que tiveram lugar no evento. O Slideshare funciona assim como um repositório das 3 edições da conferência onde é possível aceder e partilhar os trabalhos apresentados ao longo destas edições.

1

 

Twitter: #mympel

 A criação da hashtag #mympel permitiu seguir os tweets publicados sobre a conferência antes, durante e depois do evento.

Através do Twitter os utilizadores foram dando nota do que se estava a passar na conferência, das apresentações que estavam em curso e dos temas abordados, destacando as frases ou ideias mais relevantes sobre os temas em curso. O Twitter serviu assim o propósito de, também, estabelecer uma ponte entre a sala da conferência e a plateia virtual que acompanhava o evento à distância.

1

OS TEMAS

Este ano, tendo optado por acompanhar a conferência a distância, só consegui assistir à parte da manhã visto que à tarde não consegui estabelecer ligação.

No período da manhã assisti a três apresentações que aqui destaco:

A propósito do Futuro da Educação na Europa (António Teixeira)

http://www.slideshare.net/MPeL/mympel2012antonioteixeira

Nesta apresentação o Prof. António Teixeira abordou

Planeta MOOC (José Mota)

http://www.slideshare.net/MPeL/mympel2012-josemota

O Prof. José Mota colocou a discussão nas MOOC’s

Jogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? (Teresa Cardoso)

http://www.slideshare.net/MPeL/mypel2012-teresacardoso

A Prof. Teresa Cardoso apresentou um tema que coloca em discussão a utilização dos jogos (game based learning) e do mobile learning no nosso país.

A MINHA EXPERIÊNCIA

O meu primeiro contacto com a Conferência MyMPel ocorreu na 2ª edição ao ser convidado pela Prof. Lina Morgado para ser palestrante no “Painel dos Mestres”, com a apresentação “Contributos do ensino a distância para a formação de profissionais de serviços de emergência: o caso dos Bombeiros de Portugal”, que abordava o trabalho de projeto que entretanto tinha realizado na FCSH – Universidade Nova de Lisboa. Na altura ainda não era estudante da Universidade Aberta embora já tivesse algum contacto com o mestrado e alguns dos seus alunos. Embora a minha experiência enquanto palestrante e participante presencial digam respeito à edição anterior entendo que poderão ser contributos interessantes, nomeadamente para contrapor com a experiência deste ano enquanto participante virtual.

Enquanto palestrante

Nesta conferência fui muito bem recebido pela organização e pelos participantes. Apresentar um tema numa conferência é algo a que estava habituado devido à minha experiência profissional embora fosse habitualmente sobre uma área diferente e para outro público-alvo. No entanto, não estava propriamente preparado para apresentar um tema enquanto a maioria dos participantes estava à minha frente a mexer freneticamente em computadores, tablets, smartphones e outros dispositivos. Para quem está habituado a falar em público, olhos nos olhos com a plateia, e procura ler nas expressões faciais, nos olhares e na postura indicadores do interesse e da motivação despertada, confesso que foi aterrador, nos primeiros minutos… depois habituei-me até porque, para além daquela plateia, tinha outra plateia virtual do lado de lá da câmara. Muito interessante!

Como participante presencial

Na mesma edição participei presencialmente na parte da tarde da conferência, assistindo aos painéis que antecediam a minha apresentação. Ao chegar à sala principal onde decorria a conferência fiquei surpreendido com a quantidade de pessoas que estavam a assistir (menos do que eu esperava) e, sobretudo, com a quantidade de computadores portáteis, tablets, smartphones, etc. que estavam a ser utilizados naquela sala. A primeira impressão que tive é que todas aquelas pessoas estavam naquele espaço fisicamente mas que mentalmente estavam muito distantes dali. Mais tarde percebi que estava enganado e que de facto aqueles participantes estavam ligados não só ao que se passava naquela sala mas também a um outro grande conjunto de pessoas que virtualmente compunham uma plateia ainda maior. Outro aspecto curioso que me apercebi foi da interacção que se gerava através da Internet mesmo entre os presentes que, naquele caso, estavam distanciados apenas algumas cadeiras. Recordo ainda a pausa para o café e o ambiente gerado pelas conversas que entretanto iam surgindo entre aquelas pessoas que pareciam conhecer-se desde sempre…

Como participante virtual

Este ano por imperativos profissionais inscrevi-me na modalidade de participante virtual de modo a conseguir acompanhar os trabalhos e simultaneamente estar no meu posto de trabalho. Já no dia anterior andava ansioso a procurar no Crowdvine e no Facebook o link que permitiria ter acesso à conferência. No dia da conferência tive algumas dificuldades iniciais em aceder ao registo audio e video, até que consegui uma ligação estável.

Acompanhar a conferência através da internet dá lugar a um outro registo. Como só me consegui ligar quando a conferência estava no intervalo, entre o painel da coordenação e o painel dos docentes, fiquei a assistir às imagens de um centro de mesa com flores com uma música de fundo, expectante pelo primeiro rosto que pudesse visualizar. Entretanto dava a conhecer a minha chegada através do Twitter como se dissesse: “Bom dia a todos, cheguei.” Os trabalhos iniciaram-se e felizmente as condições de audio e video eram muito satisfatórias o que permitia acompanhar perfeitamente as apresentações dos docentes e passado algum tempo já nem se notava que eu estava do lado de cá… do computador. Após cada apresentação publicava um tweet a felicitar o apresentador e timidamente lá tentava fazer notar a minha presença aos restantes que estavam a acompanhar virtualmente e, esperava eu, àqueles que estavam na sala. No final as questões colocadas aos docentes partiram essencialmente de quem estava na sala a assistir presencialmente dando a sensação que a plateia virtual foi, nesse momento, um pouco esquecida… Infelizmente não acompanhei os trabalhos na parte da tarde.

No que diz respeito à aprendizagem e partilha de conhecimentos creio que o facto de estar a acompanhar a conferência virtualmente em nada ficou aquém da participação presencial. Relativamente à interacção entre os participantes e entre estes e os palestrantes creio que poderia ter sido mais intensa no espaço virtual, não obstante o facto de ter assistido apenas à parte da manhã e por isso não estar a fazer justiça quanto ao que se passou posteriormente.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s